Home > Revista > Parceria da Audi

Parceria da Audi visa carros inteligentes conectados    

 



Audi e Huawei selam acordo para desenvolver veículos que trocam informações com o motorista.



04/08/2018 - Texto: Autoline | Foto: Divulgação

Jaguar controlado pelo relógio

Na China, a Audi participou da implantação do sistema LTV-E.
   
A Audi ganhou um novo parceiro para o desenvolvimento de carros inteligentes conectados. O fabricante assinou memorando de entendimento visando cooperação estratégica com a Huawei, empresa chinesa de informação e telecomunicações.
 
“Estamos intensificando as pesquisas com a Huawei na área de carros inteligentes conectados”, diz Saad Metz, vice-presidente executivo da Audi China. “Nosso objetivo é melhorar a segurança e otimizar os fluxos de tráfego para criar cidades inteligentes. Os conceitos serão inicialmente concentrados no mercado chinês”.

Carros inteligentes permitem que informações relevantes sejam trocadas com o ambiente. Para conseguir isso, os veículos precisam de uma conexão de dados estável e de alta qualidade e a expansão da comunicação requer pesquisas e desenvolvimento intensivos.

A cooperação entre Audi e Huawei também tem o propósito de facilitar o avanço contínuo da direção automatizada e a digitalização dos serviços. Dessa forma, as duas empresas se propõem a desenvolver treinamentos para fortalecer as habilidades dos especialistas em tecnologia de ambas as áreas.

“Estamos entrando em uma nova era de carros inteligentes conectados, que resultará no surgimento de sinergias entre tecnologia da informação e comunicação e as indústrias automotivas”, acredita Veni Shone, executivo da Huawei

Na China, a Audi se tornou a primeira fabricante estrangeira a participar da implementação do LTE-V em estradas públicas na cidade de Wuxi, em 2017. LTE-V é um padrão de comunicação móvel, especialmente adaptado para carros conectados. 

Os motoristas recebiam informações de trânsito em tempo real via conexões com sistemas de semáforos e de monitoramento de vídeo nos cruzamentos.