Home > Revista > Dicas para vender o seu carro

Dicas para vender o seu carro 

 



Saiba como valorizar seu carro na hora da troca. 

 



31/01/2018 - Texto: Autoline | Foto: Divulgação

Jaguar controlado pelo relógio


Na hora de vender o carro, pequenos cuidados podem ajudar bastante a valorizar o seu automóvel. Confira cinco dicas e faça bom negócio!


Se você pretende trocar de carro ou simplesmente deseja vender o seu automóvel, é bom se preparar para a negociação, já que nem sempre (ou nunca) o interessado está disposto a pagar o que você está pedindo. Por isso, saber como apresentar o seu veículo é uma maneira importante de impressionar o futuro comprador e conseguir a melhor negociação. Confira:


1. Beleza é fundamental: Capriche na limpeza e, se possível, providencie o enceramento (ou polimento) da carroceria. Além de deixar o carro mais bonito, a carroceria brilhando demonstra o cuidado que você tem com o veículo. Se a pintura estiver um pouco desgastada pelo clima, é melhor investir no polimento. O procedimento custa mais caro, mas o reavivamento da pintura (principalmente no caso de cores mais “quentes”, como vermelho ou amarelo, por exemplo) vale a pena.


2. Atenção para não queimar o filme: Se o seu carro possui película escura nos vidros, confira se eles não estão desbotando ou, pior, com bolhas. Às vezes, retirar os filmes velhos proporciona um aspecto geral muito melhor ao carro. Se o carro possuir vidros elétricos, não se esqueça de conferir se todos estão funcionando corretamente. Não há nada pior do que uma janela que não abre corretamente bem na hora em que você está demonstrando o carro para um interessado. Confira também se está tudo em ordem com o ar-condicionado. 


3. Luzes, ação! Cheque se todas as luzes estão funcionando corretamente. Uma lâmpada de ré  queimada (cuja troca pode ser feita em minutos) pode transmitir impressão de desleixo e prejudicar a sua negociação. Se for o caso, não se esqueça de verificar a iluminação do porta-malas e do porta-luvas também. 


4. Cuidado com o interior: Se o visual externo é importante, o mesmo vale para a parte de dentro do carro. Providencie uma boa limpeza e, caso necessário, lave os bancos. Afinal, você até pode alegar que aquela mancha de bala ou de chocolate foi feita pelo seu sobrinho pequeno, mas o interessado no seu carro não tem nada a ver com isso. Dica: evite utilizar perfumes ou desodorizantes muito fortes na cabine, pois isso pode dar a impressão de que você deseja esconder ou camuflar algum mau cheiro. 


5. Xô, carecas! Não existe mágica: para conseguir o melhor preço, você deve oferecer o melhor produto. Então, se os pneus do seu carro já estão próximos do fim da vida útil, é melhor investir na troca para não correr o risco de o interessado querer um belo desconto por conta disso. Atenção: instale sempre pneus da mesma marca e modelo dos originais e evite pneus de origem duvidosa ou desconhecida, pois isso pode desvalorizar o seu automóvel tanto quanto pneus “carecas”.