Home > Revista > Carros que não vieram

Carros que não vieram ao Brasil 



Cinco modelos que não são vendidos por aqui, apesar dos planos das montadoras.

 



11/03/2018 - Texto: Autoline | Foto: Divulgação


Muitas vezes as fabricantes planejam vender determinados modelos no Brasil. Fazem os cálculos, mapeiam o mercado e, na hora agá, alteram a ideia inicial ao menor movimento da economia ou por pura questão estratégica. Veja cinco carros que já deveriam estar nas concessionárias, mas, por um motivo ou outro, ainda não estão.

 

Chevrolet Malibu

Jaguar controlado pelo relógio

Em 2013, o sedã foi visto circulando em testes pelas ruas brasileiras e a General Motors tinha intenção de importá-lo para concorrer com Ford Fusion. Mas a empresa jamais levou seu plano adiante e o engavetou.


Renault Koleos

Jaguar controlado pelo relógio

Depois de Duster e Captur, a Renault cogitou trazer um SUV de dimensões maiores, o Koleos. Ainda é um mistério se isso acontecerá ou não. Como a marca francesa já afirmou que seu principal lançamento de 2018 será a picape Alaskan, dificilmente o Koleos chegará às concessionárias neste momento.


Kia Rio

Jaguar controlado pelo relógio

A marca sul-coreana é representada no Brasil por importador independente, que sofreu um bocado com a política do Inovar-Auto. Agora, ele retoma o desejo de vender por aqui o hatch feito sobre a mesma plataforma do Hyundai HB20. A conferir.  


Peugoet 308

Jaguar controlado pelo relógio

O 308 que a Peugeot vende no Brasil pertence à primeira geração, lançada em 2007. A segunda estreou na Europa em 2013, no entanto, não veio para cá até agora.


Renault Mégane R.S.

Jaguar controlado pelo relógio

O Renault Mégane foi um automóvel que não deu certo no mercado brasileiro e, talvez por isso, a fabricante francesa não concretizou a ideia surgida em 2014, de vender a versão esportiva do modelo.