Home > Revista > Briga de SUV's

Briga de SUV's: comparamos 9 e veja quais foram os vencedores  




Qual é o mais barato, o maior, o mais potente? Confira tudo!


19/11/2015 - Texto: Autoline | Fotos: divulgação




Mesmo com a queda nas vendas de automóveis em 2015, o mercado de veículos do segmento de SUV’s vem se expandindo há anos. Os utilitários esportivos conquistaram de tal maneira os brasileiros que o Autoline resolveu fazer uma comparação para ajudar o consumidor na tomada de decisão.


Hoje, temos nove modelos de SUV’s no mercado.  A montadora que ainda não tinha o seu fez questão de trazer ao Brasil, casos da Fiat (Jeep Renegade), da Peugeot (2008) e da Honda (HR-V). Além desses, também foram analisados Chevrolet Tracker, Ford EcoSport, Jac T6, Hyundai Tucson, Mitsubishi ASX e Renault Duster.


Dimensões


Num comparativo sobre o tamanho dos entre-eixos tivemos um empate. Tanto o ASX como o Duster possuem 2,67 m e venceram a batalha de maior espaço interno para seus passageiros. Também é o ASX quem tem a maior altura do piso em relação ao solo, com 22 cm. Já no porta-malas, o sul-coreano Tucson é amplamente o maior da categoria, com 644 litros de capacidade.


Posição de dirigir


Quase todos os SUV’s são grandes e ideais para aquelas pessoas altas, mas foi o Renegade que venceu a batalha. O veículo tem a carroceria mais alta, com 1,72 m, o que o deixou em vantagem sobre os concorrentes na posição para o corpo sentado ao volante, com 105 cm de espaço.


Preço


Esse é um fator que, muitas das vezes, é bem mais determinante que os anteriores, por isso elegemos os três mais em conta. A medalha de ouro ficou com o Duster, que parte de R$ 59.900. A prata é do francês 2008, saindo por iniciais R$ 67.190 e o bronze fica com o EcoSport, por R$ 67.700. As revisões, em média, para veículos com 60 mil km rodados, custam R$ 3.500.


Consumo


Economia de combustível também é um assunto importante e nessa o Inmetro nos ajudou. Analisando as versões mais baratas de cada veículo rodando na cidade, o mais econômico foi o 2008, com 7,3 km/l com etanol e 10,2 km/l com gasolina.


Motor e câmbio


Se potência também é dado importante, o 2008 e o Renegade venceram mais uma disputa, com veículos capazes de oferecer até 173 e 170 cavalos de potência, respectivamente. O câmbio automático do Renegade, junto com o do HR-V, também se destacou. O veículo da Jeep oferece até 9 marchas, enquanto que os japoneses entregam até 7 velocidades. No manual, o HR-V é o único a entregar 6 marchas em qualquer versão.