Home > Revista > Salão de Genebra

As estrelas do Salão de Genebra 



Veja 10 modelos que brilham na tradicional mostra suíça.

 



09/03/2018 - Texto: Autoline | Foto: Divulgação


O Salão de Genebra, na Suíça, é um dos mais charmosos e importantes do mundo. A pluralidade de modelos novos contrasta com outros salões, onde se destacam somente automóveis locais (Tóquio, por exemplo) e carros-conceito (Pequim). Em Genebra, há muitos lançamentos com grande repercussão e – melhor ainda – vários têm desembarque garantido no Brasil. Veja dez estrelas que estão reluzindo na mostra deste ano, que fecha suas portas dia 18 de março.

 

Citroën Cactus

Jaguar controlado pelo relógio

Uma das principais notícias de Genebra veio da Citroën. Depois de ser apresentado em uma infinidade de salões, o Cactus será produzido no Brasil já a partir do segundo semestre. A marca, porém, não deu mais detalhes sobre o hatch que, na Europa, é equipado com motores 1.2 a gasolina e 1.6 diesel. Por aqui, ele deverá ganhar o 1.6 flex, mas o 1.2 Puretech, um dos mais econômicos disponíveis no nosso mercado, também lhe cairia bem.


BMW X4

Jaguar controlado pelo relógio

O evento também foi o local escolhido pela BMW para o lançamento mundial da nova geração do X4, que se incorpora à família X e com chegada planejada para o Brasil no fim do ano. Para tentar fazer frente a rivais como Range Rover Evoque e Mercedes-Benz GLC, o X4 passou por mudanças de estilo e ampliou o espaço para os passageiros.


Nissan IMx Kuro

Jaguar controlado pelo relógio

Genebra marcou a estreia europeia do conceito Nissan IMx Kuro, crossover elétrico que, segundo a marca, antecipa o futuro da mobilidade inteligente da Nissan. O Kuro – que significa preto, em japonês – recebe a tecnologia B2V (brain to vehicle ou do cérebro para o veículo), que interpreta sinais cerebrais do motorista, ajudando tanto na condução convencional como na autônoma.


Audi A6

Jaguar controlado pelo relógio

Com previsão de ser lançado na Europa em junho, a oitava geração do Audi A6 expressa a nova linguagem de design da montadora alemã. Ele terá motores 3.0 TFSI de 340 cv e 3.0 diesel de 286 cv. Por dentro, o motorista contará com muita conectividade, graças ao sistema operacional MMI, que inclui serviços como assistência de estacionamento, piloto automático de última geração e assistente de direção adaptativa, que mantém o carro delimitado da pista mesmo em espaços estreitos.


Lexus UX

Jaguar controlado pelo relógio

O UX é o primeiro crossover compacto de luxo da marca japonesa, que pertence à Toyota. Lá fora, o modelo será oferecido em duas versões: UX 200, com motor 2.0 de quatro cilindros e câmbio CVT, e UX 250h, que combina o 2.0 com sistema de propulsão elétrica de quarta geração. O estilo do crossover é marcado por uma grade dianteira imensa, que começa no final do capô e vai até a parte inferior do para-choque.


Peugeot 508

Jaguar controlado pelo relógio

Inspirado no carro-conceito Instinct, o novo Peugeot 508 foi o destaque da marca francesa no Salão. Feito sobre a plataforma EMP2, ele mede 4,75 m de comprimento e sua altura foi rebaixada para 1,40 m, aumentando o equilíbrio e a estabilidade. No design, uma das partes mais atraentes são as lanternas com efeito tridimensional. Altamente tecnológico, o sedã possui itens como controle de suspensão ativa, transmissão automática de oito marchas e sistema de massagem pneumática nos bancos dianteiros.

 

Lamborghini Huracán Performance Spyder
Jaguar controlado pelo relógio

O Salão de Genebra é parada obrigatória de superesportivos. A italiana Lamborghini chamou atenção em seu estande com o Huracán Performance Spyder, conversível que deverá custar na Europa a pequena fortuna de R$ 3 milhões. O vigoroso motor é 5.0 V10 de 640 cv, que leva o modelo de 0 a 100 km em 3,1 segundos e a 325 km/h de velocidade máxima. O teto retrátil de lona demora 17 segundos para ser recolhido totalmente.


Toyota Auris

Jaguar controlado pelo relógio

É muito comum nos salões uma fabricante exibir um carro dando pistas de como será um outro de seu portfólio. A Toyota apresentou a terceira geração do Auris (que é a versão hatch do Corolla na Europa). Porém, para o mercado brasileiro o que interessa mesmo é que ele tem a mesma dianteira do nosso futuro Corolla, com grade avantajada e conjunto óptico recortado e com desenho bem moderno. No Velho Continente, o Auris é impulsionado por três opções de motores: 2.0 e 1.8 híbridos e 1.2 a gasolina.

 

Mercedes AMG GT4

Jaguar controlado pelo relógio

Em Genebra, a Mercedes-Benz mostrou as formas definitivas do AMG GT4, cupê de quatro portas que tem como principal alvo o Porsche Panamera. A versão top traz motor 4.0 V8 biturbo de 638 cv, capaz de acelerar de 0 a 100 km em pouco mais de três segundos. O esportivo também apresenta a opção de motor 3.0 de 6 cilindros, que não deixa por menos e desenvolve 435 cv. O câmbio é automático de nove marchas.

 

Volkswagen I.D. Vizzion

Jaguar controlado pelo relógio

A Volkswagen promete que, a partir de 2020, lançará uma série de automóveis elétricos. A família I.D. – que já tem três representantes – ganhará o reforço do sedã Vizzion. O carro-conceito é uma experiência de condução autônoma. Tem tração integral, propulsão com potência de 225 kw (o equivalente a 306 cv) e autonomia de 665 km.