Home > Revista > 5 dicas desgaste da embreagem

5 Dicas para evitar o desgaste da embreagem




Pequenas mudanças nos hábitos podem prolongar a vida útil do componente.



07/01/2016 - Texto: Autoline | Foto: Banco de imagens


A embreagem é um componente tão importante quanto caro do automóvel. Ela serve para facilitar o engate das marchas e controlar a transmissão do movimento do motor para o câmbio. Com algumas mudanças no hábito de condução, é possível evitar o desgaste prematuro do componente. Confira: 

 

1. O pé fora do pedal


5 Dicas para evitar o desgaste da embreagem


É comum descansar o pé esquerdo no pedal da embreagem quando o veículo está parado. Mas a prática acelera o desgaste do item, pois afasta o platô do disco e causa o lixamento do componente, o que pode até provocar um superaquecimento do sistema.

 2. Colocar no ponto morto 


Colocar no ponto morto


Quando o trânsito está parado é melhor pisar no freio, desengatar a marcha e deixar o carro no ponto morto – e, conforme a primeira dica, com o pé fora do pedal. Pode até puxar o freio de mão, dependendo do caso, para descansar seu outro pé. Manter o carro em funcionamento, engatado, força o sistema desnecessariamente.  


3. Na ladeira, usar o freio de mão

Na ladeira, usar o freio de mão


Não fique com vergonha de usar o freio de mão para sair de uma rampa ou de alguma ladeira. Alguns desavisados podem até te considerar um mau motorista, mas na verdade você está contribuindo para evitar o desgaste do disco. 


4. Sempre na ordem 

SEMPRE NA ORDEM


Muita gente arranca na segunda marcha, para ganhar tempo. Mas isso também é prejudicial para o sistema! O ideal é trabalhar sempre na ordem: da primeira para a segunda marcha, da segunda para a terceira e por aí vai. Trocar as marchas de forma gradativa fará com que as peças trabalhem melhor. 


5. Sincronize seus pés


Sincronize seus pés


Uma boa sincronia do pé direito com o pé esquerdo ajuda a preservar sua embreagem. O segredo é ser como um dançarino e saber a hora certa de trocar os pés. Quando se acelera demais o carro antes de soltar a embreagem, pode acontecer a queima do componente, aumentando o consumo de combustível e reduzindo o desempenho do modelo. Além, é claro, daquele cheio desagradável de embreagem queimada.