5 Dicas para pegar a estrada sem estresse




Vai viajar? Faça uma mini-revisão em seu veículo agora mesmo.



01/12/2015 - Texto: Autoline | Foto: Banco de imagens


5 Dicas para pegar a estrada sem estresse

Sempre que chegam os feriados ou um final de semana de calor, temos o hábito de fazer as malas e por o pé na estrada. O problema é que nem sempre o veículo está em condições ideais para encarar uma viagem. É aí que o Autoline entra em ação e informa quais os principais cuidados a se tomar para ter uma folga tranquila longe de casa. Confira:  


Rodas e pneus

É preciso ficar de olho aberto e garantir que seus pneus estejam em bom estado e calibrados. Nada de pegar estrada com eles carecas ou sem estepe. As rodas também não podem apresentar imperfeições graves e estarem sem aquela pequena tampa no bico de calibragem – ela ajuda a evitar a fuga de ar e a redução da pressão do pneu.


Seguro 

Ter a cobertura do seguro é importante em longas viagens para ajudar o motorista em eventuais sinistros. Por isso, vale deixar gravado no celular o telefone da seguradora e dar uma checada no limite de quilometragem do guincho – geralmente, são 200 km até a residência do segurado.

Conferindo itens de segurança 
O triângulo, o macaco e a chave de roda são essenciais, assim como o estepe. Saber onde eles estão e testá-los é uma boa medida de segurança e leva pouco tempo. Já os faróis, lanternas e piscas precisam estar todos funcionando. Caso algum deles esteja queimado, basta substituir a lâmpada em qualquer loja de autopeças.

Alinhamento e balanceamento 

Se o seu automóvel está “puxando” para um dos lados, cantando pneu nas curvas ou apresentando vibrações ao volante, atenção: é bem provável ele precise ser alinhado ou balanceado. Pra não ficar em dúvida, passe no seu mecânico de confiança – esses serviços não costumam ser caros.

Suspensão e fluidos 

Rangidos e ruídos na suspensão indicam desgaste dos amortecedores. Se você perceber algum desses sintomas, é muito recomendado levar o veículo a um centro especializado. Já o nível e a validade de todos os fluidos devem ser conferidos pelo seu mecânico, garantindo que todos os parâmetros estão sendo respeitados para não comprometer o funcionamento do motor e dos freios.